Shin’ya Tsukamoto

塚本 晋也 ©

 
 
    
 
Nome 塚本 晋也 (Tsukamoto Shin’ya)
Data de Nasc. 1 de Janeiro 1960
Local de Nasc. Tóquio, Japão
Diretor, Roteirista, Ator, Produtor
 
  
 
 
 
 
 

Shinya Tsukamoto é considerado um dos cineastas japoneses mais importantes de sua geração. Antes que Takeshi Kitano, Takashi Miike ou o veterano Yoji Yamada conseguissem reconhecimento internacional para seus filmes na segunda metade da década de 90, Tsukamoto já havia se tornado uma figura prominente no circuito de festivais, arrebatando prêmios e voltando a atenção do mundo para o novo cinema emergindo no Japão, que não havia ganho nenhuma honra significante fora do país desde a Palme d’Or para Shôhei Imamura pela Balada de Narayama em 1983. Seus filmes são cultuados por fãs fascinados com sua câmera hipercinética, seus cenários delirantes e sua cinematografia única, ao mesmo tempo poética e selvagem. Entre seus admiradores ferrenhos estão os hollywoodianos Quentin Tarantino e Darren Aronofsky, o diretor argentino Gaspar Noé seu contemporâneo Takashi Miike.

Trajetória Nascido na ala Shibuya de Tóquio, Tsukamoto começou a fazer filmes com a câmera 8mm de seu pai ao 14 anos. Enamorado com of filmes kaiju, incrivelmente populares durante sua infância e adolescência, seus primeiros curta metragens emulam o gênero, preenchendo a tela de projeção com monstros gigantes e prédios em miniatura. Aos 18 anos Tsukamoto ingressa no departamento de artes da Universidade Nihon, onde ele inicia sua própria companhia de teatro, a Kaijyu Theater. Ao graduar-se ele encontra serviço como diretor de comerciais, tornando-se um tradicional sarariman, uma experiência que virá a influenciar seu trabalho cinematográfico no futuro.

Em 1987 Tsukamoto decide filmar uma de suas peças teatrais, The Adventures of Denchû Kôzô. O filme foi submetido para o Festival PIA de cinema independente, onde um comitê que incluía o renomado diretor Nagisa Ôshima premiou o filme com o Grand Prix do evento. Empolgado, Tsukamoto decidiu começar seu primeiro longa-metragem. Financiado com seu salário corporativo, Tetsuo: The Iron Man ganhou reconhecimento internacional, vencendo o Grand Prix do Festival de Cinema Fantástico de Roma.

Tetsuo tornou-se um filme cult quase que imediatamente, elevando a estrela de Tsukamoto aos mais altos escalões da indústria cinematográfica de seu país. Seu próximo trabalho, Hiruko the Goblin é financiado pelo grande Estúdio Shochiku. Em pouco tempo seus filmes passam a ser reconhecidos mundialmente, participando dos festivais internacionais mais prestigiosos, como Sundance (com Tokyo Fist em 1996), AFI (com Gemini em 1999), Veneza (com A Snake of June Tetsuo: The Bullet Man, entre outros), e o Festival Internacional Catalão Sitges (Vital, entre outros).

O ano de 2010 marcou a entrada de Tsukamoto no seleto grupo de diretores japoneses convidados a escrever e dirigir uma produção em Hollywood. Estreando no Festival de Veneza, Tetsuo: The Bullet Man, sua primeira produção americana, foi lançada oficialmente em 2009. Seu trabalho mais recente, Kotoko, começou a rodar o circuito de festivais em Agosto no Festival de Veneza, onde recebeu o prêmioVenice Horizons de 2011. O filme está programado para ser lançado oficialmente nos cinemas em 2012.

Temas e Estética A cinematografia de Tsukamoto revela um preocupação do diretor com a relação entre o ser humano e a cidade. Mais especificamente, seus filmes exploram como a vida nos grandes centros urbanos desconecta seus cidadãos da sensorialidade física. Seus personagens são homens e mulheres cuja capacidade de expressão emocional ou sexual encontra-se atrofiada, um efeito colateral da monotonia de suas rotinas ou da pressão de conformar com a norma estabelecida. Trabalhando quase sempre com alegorias, Tsukamoto representa as frustrações ou psicoses de seus personagens através de metáforas visuais, refletindo os desejos e ansiedades dos mesmos em composições cinematográficas ora surrealistas, ora líricas, e em muitas ocasiões aterrorizantes. Além disso, seu trabalho sempre explora a importância da família na vida do indivíduo e como as mudanças recentes nos papéis familiares de homens e mulheres estão afetando o estrutura social do Japão.

Filmografia: Diretor – Cinema

Ano (curtaTítulo Original         [Episódio] a.k.a.                                         [Episódio
1974 (c原始さん Genshi-san
1975 (c巨大ゴキブリ物語 Story of a Giant Cockroach
1975 (c Wings
1976 (c曇天 Cloudy
1977 地獄町小便小僧にて飛んだよ
1978 (c新・翼 New Wings
1979 蓮の花飛べ
1986 (c普通サイズの怪人 The Phantom of Regular Size
1987 (c電柱小僧の冒険 The Adventures of Denchû Kôzô
1989 鉄男 Tetsuo: The Iron Man
1991 ヒルコ 妖怪ハンター Hiruko the Goblin
1992 鉄男 II BODY HAMMER Tetsuo II: Body Hammer
1995 東京フィスト Tokyo Fist
1998 バレット・バレエ Bullet Ballet
1999 双生児 Gemini
2002 六月の蛇 A Snake of June
2004 ヴィタール Vital
2005 (cHAZE Haze
2005 フィーメイル                                 [電柱小僧の冒険玉虫] Female                                           [Jewel Beetle]
2006 悪夢探偵 Nightmare Detective
2008 悪夢探偵2 Nightmare Detective 2
2009 鉄男 THE BULLET MAN Tetsuo: The Bullet Man
2012 KOTOKO Kotoko
Diretor – TV
2010 妖しき文豪怪談                              [葉桜と魔笛] Kaidan – Horror Classics                     [The Leafy Cherry Tree and Magic Flute]
____________________ 
Referências
Website oficial de Shin’ya Tsukamoto (Japonês)
IMDb: Shin’ya Tsukamoto (Inglês)
Mes, Tom, and Jasper Sharp. The Midnight Eye Guide to New Japanese Film. Berkeley: Stone Bridge Press, 2005.
Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s