Onibaba (1964)

鬼婆 © Toho Co.

 
    
 
Título Original 鬼婆 (Onibaba)
a.k.a. The Hole (INT)
Gênero Jidaigeki, Horror
Diretor Kaneto Shindô
Roteiro Kaneto Shindô
Cinematografia Kiyomi Kuroda
Música Hiraku Hayashi
Produtor Hisao Itoya, Setsuo Noto
Estúdio Toho Co.
Duração 103 min.
Lançamento 21 de Novembro, 1964
 
Estrelando Nobuko Otowa (Velha Mulher), Jitsuko Yoshimura (Nora), Kei Satô (Hachi), Jûkichi Uno (Samurai General), Taiji Tonoyama (Ushi), Hosui Araya (Ajudante do Ushi)

Sinopse Durante o período Sengoku no Japão feudal, uma velha mulher e sua nora vivem em uma aldeia decrépita escondida num pântano de plantas susuki. Elas subsistem aproveitando-se de samurais errantes ou feridos, matando-os e vendendo suas armaduras. Sua precária rotina altera-se com volta da guerra de Hachi, um ex-morador da aldeia que lutou na linha de frente. Ele trás notícias funéreas, revelando que o filho da velha está morto. Hachi e a nora rapidamente começam um caso amoroso secreto, para o desgosto da velha, que suspeita que os dois vão fugir e deixá-la sem amparo. Para evitar tal destino, ela utiliza uma máscara demoníaca e finge ser um fantasma hediondo, na esperança de assustar a nora e impedi-la de ver Hachi.

Adaptação Onibaba é baseado em um antigo conto budista chamado “A Mask With Flesh Scared a Wife” (Aprox. “Uma Máscara de Pele Assustou uma Esposa”) em que uma mulher, com inveja de sua virtuosa nora, coloca uma máscara para assustar a nora e fazê-la fugir do marido. O plano da velha falha, e como punição Buda fixa a máscara em seu rosto permanentemente. 

Prêmios  

1965 Blue Ribbon Awards
Melhor Cinematografia Kiyomi Kuroda
Melhor Atriz Coadjuvante Jitsuko Yoshimura

Miscelânea O termo “Onibaba” (literalmente “Mulher Demônio”) vem do folclore japonês, sendo usando para descrever um yôkai que parece uma anciã e alimenta-se de carne humana. De acordo com a lenda, a Onibaba viveu na região de Adachi, parte da prefeitura de Fukushima no Japão, onde ela aterrorizava os caminhos montanhenses, atacando viajantes desavisados. Já a máscara usada pela velha mulher no filme é chamada han’nya. Um artefato típico do teatro Nô, a máscara representa uma mulher demoníaca consumida por ódio e ciúmes.   

Recursos

Artigos Resenhas Estudos Acadêmicos
____________________
Referências
JHMDb: Onibaba (Inglês) 
IMDb: Onibaba (Português) 
Noh Masks Database: Han’nya (Inglês)
Yoda, Hiroko, e Matt Alt. Yokai Attack! The Japanese Monster Survival Guide. Tokyo: Kodansha, 2008.
Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s